Sistemas de compartilhamento contribuem para o crescimento do uso de bicicletas

Com o trânsito cada vez mais intenso nas cidades, a aposta de muita gente como meio alternativo de transporte tem sido as bicicletas. E os benefícios do uso da famosa “magrela” não se limitam à locomoção mais rápida, conforme explica a médica especialista em atenção integral à saúde, Dra. Suzana Detoie Gums Langaro. “Andar de bicicleta traz inúmeros benefícios para a saúde, pois fortalece a musculatura de quadril e pernas, acelera o metabolismo e auxilia na redução do peso, melhora a saúde cardiovascular estimulando a circulação sanguínea e reduzindo a pressão arterial, auxilia na redução do colesterol ruim e diminui o estresse através da liberação de hormônios que provocam relaxamento e ajudam a manter o bom humor. Além disso, é uma atividade relativamente barata que pode ser realizada na maior parte dos locais e durante todo o ano. Também é uma ótima opção para manter as crianças em forma enquanto se divertem”, explica.

A Dra. Suzana também ressalta que para usufruir desta atividade como condicionamento físico, o ideal é pedalar cerca de 20 minutos ao menos três vezes na semana. Já, se o objetivo é perder peso, deve-se pedalar mais de 40 minutos. A prática, tanto para meio de transporte como para atividade física, vem conquistando tantas pessoas que em muitos locais já existem sistemas de compartilhamento de bicicletas. Essa é uma excelente opção para quem precisa ou quer andar de bike, mas não pode investir na compra e nos custos de manutenção.

Em Santa Catarina, inspirada por esse modelo comum nos grandes centros, uma construtora apostou no sistema de compartilhamento de bicicletas em seus empreendimentos. “Como grande parte dos nossos clientes compram o apartamento para ser um segundo imóvel, normalmente para momentos de descanso e tranquilidade, investimos nesse diferencial para que eles não precisem levar suas bicicletas todas as vezes que vão à praia. No Residencial Key West, que entregamos no final de agosto em Balneário Piçarras, disponibilizamos 10 bicicletas, sendo quatro delas com cadeirinha de criança, na Vetter Bike Community. Também fazemos a manutenção periódica delas”, comenta o diretor Comercial da Vetter Empreendimentos, Maicon Oliveira. A proposta foi tão bem aceita pelos moradores que a construtora irá replicar o modelo nos próximos empreendimentos.

De acordo com a Dra. Suzana, por ser uma atividade de baixo impacto, a maioria das pessoas está apta a andar de bicicleta, porém, para quem possui algum problema de saúde, sempre é recomendado conversar com seu médico antes de iniciar a prática esportiva. “E não esqueça, qualquer atividade deve ser realizada de forma segura”.

 

Fonte: Oficina das Palavras

Nenhum comentário publicado.

Deixe um comentário