Servidores públicos estaduais do Poder Executivo não terão feriadão de fim de ano em Santa Catarina

Os servidores públicos estaduais do Poder Executivo não terão este ano o tradicional feriadão de fim de ano entre Natal e Ano Novo. O governador Eduardo Pinho Moreira decidiu que as atividades na administração pública serão normais na segunda quinzena de dezembro.

Ele decretou ponto facultativo apenas nos dias 24 e 31 de dezembro, portanto, véspera de Natal e do Ano Novo.

Participando segunda-feira à noite no Costão do Santinho da homenagem do trade turístico ao catarinense Vinicius Lummertz, ministro do Turismo, o governador justificou a decisão.

Alega que o governo terá que desembolsar nesses próximos 40 dias mais de R$ 3 bilhões. É a soma necessária para o pagamento dos salários de novembro e dezembro dos servidores, mais a metade da gratificação natalina e outros R$ 500 milhões para pagamento da dívida do Estado.

Mantendo o expediente normal no fim do ano, o governo tem a expectativa de elevar a arrecadação, sobretudo, depois que foi a assinada a nova Medida Provisória do Profis, o programa que abre prazo até 31 de dezembro para que as empresas em dívida com o Estado possam liquidar os débitos.

O governador confirmou que a situação financeira do Estado é delicada, como ele vem enfatizando em frequentes entrevistas desde que recebeu o Executivo de Raimundo Colombo. O volume da dívida a ser repassado ao novo governo deverá ser superior a R$ 2 bilhões.

Os índices da arrecadação estadual têm crescido bem nos últimos meses. Mas as despesas também sobem; a folha de pagamento não para de crescer, mesmo sem novas admissões, e surgiram novas despesas dos financiamentos e da dívida pública.

 

Fonte: NSC | Foto: Felipe Carneiro

Nenhum comentário publicado.

Deixe um comentário