Se não for direcionado automaticamente, clique aqui. Rafael Araujo de Freitas deixa Defesa Civil de Gaspar - Misturebas

Rafael Araujo de Freitas deixa Defesa Civil de Gaspar

A Defesa Civil de Gaspar deve ficar sem coordenador fixo. Isso porque o atual superintendente, Rafael Araujo de Freitas, deve deixar o cargo nos próximos dias para voltar a atuar como bombeiro no quartel de Gaspar.

A mudança acontece após solicitação do comando geral do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina, que justifica a necessidade de ter Rafael na corporação de Gaspar devido à falta de efetivo com carteira de habilitação ‘D’.

Entenda o caso

Rafael é servidor do Estado e assumiu a Superintendência de Defesa Civil em Gaspar em janeiro de 2017, após um acordo entre o Estado e o Município. Ao assumir uma vaga pública municipal, o Executivo se comprometeu a custear as despesas de três Bombeiros Civis Profissionais (PCP), que atuam no Corpo de Bombeiros de Gaspar.

O comando do Corpo de Bombeiros realizou, no início desta semana, uma reunião com o prefeito Kleber Wan-Dall para solicitar a volta de Rafael aos trabalhos no quartel. O pedido foi formalizado na tarde de quinta-feira, dia 13 de dezembro, com um ofício entregue no gabinete do prefeito. O documento é assinado pelo comandante do Corpo de Bombeiros de Gaspar, tenente Douglas Machado, e diz que: “pedido este que se faz após reunião com exposição do problema de falta de motoristas ocorrido pela transferência de Soldados antigos, fazendo com que necessitemos de reposição do efetivo com habilitação em categoria D”.

Posição da Prefeitura

Apesar de sempre afirmar que a contratação de Rafael para a Defesa Civil de Gaspar é técnica, o prefeito Kleber Wan-Dall afirma que não vai tentar impedir a volta do superintendente ao Corpo de Bombeiros. “Temos uma ótima relação com os bombeiros e fruto disso é a vinda do Rafael para a prefeitura. Eu não me sinto à vontade agora para negar o pedido, principalmente com os argumentos que eles apresentaram”, afirma.

O prefeito deve voltar de Brasília nesta sexta e, então, realizar os trâmites legais para a exoneração do superintendente. A princípio, quem assume a função é Mário Luiz da Silva, que é o atual Agente de Defesa Civil. “Nesse primeiro momento, o Luiz assume de forma interina. Depois, vamos indicar outra pessoa para a função. Mas já adianto que será alguém com condições, capacidade e experiência. O Rafael vinha fazendo um trabalho diferenciado e minha posição, nesse momento, é de lamentar essa perca”.

O que diz Rafael

À frente da Defesa Civil de Gaspar por dois anos, Rafael afirma que soube do pedido do Corpo de Bombeiros de Santa Catarina esta semana. Ele garante que deixa o cargo de cabeça erguida e com o sentimento de dever cumprido. “Nesses dois anos que fiquei na Defesa Civil, me dediquei ao máximo. Tivemos muitas conquistas e deixamos Gaspar em evidência quando o assunto é prevenção. Agradeço ao prefeito Kleber pela oportunidade e volto ao Corpo de Bombeiros para continuar trabalhando por Gaspar. Torço para que o novo coordenador continue o trabalho que iniciamos e que siga buscando uma cidade cada vez mais resiliente”.

 

Fonte: Cruzeiro do Vale

Nenhum comentário publicado.

Deixe um comentário