Projeto nascido em SC quer plantar 23 milhões de árvores até 2030 em todo o país

Um projeto nascido em Lages, na Serra catarinense, quer plantar 23 milhões de árvores até 2030 em todo o país. O ‘Turma da Árvore’ cultiva, atualmente, um milhão de mudas de 14 espécies, sendo algumas delas em extinção, como a araucária. A proposta nasceu há um ano.

“O nosso objetivo é proporcionar um mundo melhor para as pessoas, pra melhorar a qualidade do ardo planeta e principalmente reduzir a temperatura terrestres em dois graus Celsius”, disse o idealizador do projeto, Alessandro Comandolli.

A compra das mudas é feita pela internet. O valor varia entre 6,90 e R$ 17 por mês. O dinheiro do lucro ajuda a manter a produção das mudas e o lucro vai para entidades da cidade. Empresas e projetos podem adotar uma árvore, que é plantada em fazendas do projeto, e acompanhar o crescimento pela internet, por meio de câmeras.

“A partir do momento em que ela chega no processo em que pode ser transferida para o campo, ela é levada até o campo. E a pessoa que plantou essa árvore vai receber a coordenada gráfica única e pode acompanhar a permanência dela na natureza”, explicou Comandolli.

Expedição

Um grupo de 32 pessoas começa neste sábado, 30 de junho, uma expedição até a cidade de Mariana (MG), onde ocorreu o maior desastre ambiental da história do Brasil. Eles vão partir de Blumenau, no Vale do Itajaí, e percorrer quatro mil quilômetros plantando árvores em locais estratégicos para diminuir o impacto ambiental.

“O objetivo é fazer um estudo e começar um plantio imediato de espécies nativas da região de Minas Gerais, Espírito Santo, e plantar naquela região”, disse Comandolli.

Fonte: Portal G1 | Foto: Ilustrativa

Nenhum comentário publicado.

Deixe um comentário