Professor ‘se veste’ de astronauta para incentivar alunos a estudarem astronomia e astronáutica em Santa Catarina

Crianças de escola em São José estão montando foguetes de cartolina para participar de competição nacional

O professor de física Oendel Roberto Wagner se vestiu de astronauta para incentivar turmas de uma escola de São José, na Grande Florianópolis, a se prepararem para a competição escolar da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica, que será em 18 de maio.

“Nós estamos com índices para conquistar medalhas esse ano. Vai depender do desempenho das outras escolas. Como a competição é em nível nacional, eu deixo bem claro que nós temos que tentar o máximo possível”, disse o professor, usando um capacete de papel machê e macacão.

O aluno Rafael Kuhnen, de 12 anos, vai buscar o ouro na competição. Em 2017, ganhou a medalha de bronze em uma das provas.

“Não foi tão difícil quanto eu pensava. Eu achei que eu ia tirar uma nota bem baixa porque eu não escuto muito bem. Aí eu fui, tentei, me esforcei e consegui uma boa nota”, disse o estudante.

Dentro da competição, também há a Mostra Brasileira de Foguetes (Mobfog). No pátio da escola, os alunos aprendem como montar os modelos. Neste final de semana, será feito um “lançamento oficial” dos foguetes, uma seleção interna da escola para a competição nacional.

“A gente faz ele [o foguete] com cartolina. Fazemos de forma que ele voe mais longe. Não pode deixar vazar ar, ou não pega impulso”, explica a aluna Iara Souza da Silva, de 10 anos.

As crianças também aprendem sobre aerodinâmica. “Caso esteja vindo um vento do Leste ou Oeste e ele [o foguete] está indo a Norte, ele pode acabar indo pro lado e caindo”, conta Gabriel Boaventura.

O foguete de Gabriel já está chegando a quase 24 metros de altura, mas ele não está preocupado com a vitória.

“Quero ganhar uma medalha, mas também se os outros ganharem vou ficar feliz, porque todo mundo fez o mesmo trabalho. Todo mundo deveria ganhar”.

Fonte: Portal G1 | Foto: Reprodução

Nenhum comentário publicado.

Deixe um comentário