Procon-SC lança lista de sites suspeitos de fraudes para evitar nas compras da Black Friday

Com a proximidade da Black Friday, o Procon de Santa Catarina lançou uma lista de sites de empresas que devem ser evitados por quem pretende aproveitar as ofertas. Segundo o órgão de defesa do consumidor, essas companhias tendem a infringir os direitos dos clientes.

A lista foi montada com base no número de reclamações recebidas pelo Procon. A tabela mostra o nome de registro das empresas, o nome fantasia e o CNPJ. Também é possível consultar se os sites delas estão ativos ou fora do ar.

A tabela pode ser consultada pela internet.

Para evitar uma das principais reclamações dos consumidores, sobre falsos descontos encontrados nas lojas, o Procon também informou que está monitorando preços de diversos itens. O órgão também deverá percorrer algumas lojas físicas, para fazer um levantamento de preços.

Neste ano, a Black Friday está marcada para o dia 23 de novembro. Nos últimos anos, a data acabou se tornando uma das principais dos setores de comércio e serviços, que oferecem preços abaixo dos praticados ao longo do ano. Em algumas lojas, já há ofertas disponíveis, antes mesmo da Black Friday.

Além dessas ações, o Procon preparou um guia, para que os consumidores fiquem atentos a praticas abusivas dos comerciantes. Veja abaixo as principais dicas para evitar cair em fraudes.

  • É importante o consumidor se cadastrar no site que deseja fazer a compra dias antes da Black Friday, para comparar a possível variação de preços;
  • Para evitar o endividamento, o consumidor não deve se deixar levar pelo impulso e adquirir apenas o que realmente precisa;
  • As compras online só devem ser feitas em sites seguros e confiáveis, de preferência que tenham cadeado no endereço eletrônico da loja. Isso deve ajudar a evitar sites maliciosos que estão tentando obter informações pessoais;
  • Procure no site informações básicas sobre o fornecedor: nome da empresa, CNPJ/CPF, endereços físicos e eletrônicos, telefone e demais informações que possibilitem seu contato e localização;
  • Guarde todos os registros de sua compra, como e-mails de confirmação, códigos de localização e de realização da compra. De preferência, utilize como meio de pagamento o cartão de crédito, pois caso haja algum problema é mais fácil de fazer o estorno.

Em caso de problemas, os consumidores podem entrar em contato com o Procon, encaminhando as reclamações pela internet ou indo a alguma das unidades físicas disponíveis nos municípios catarinenses. Em Florianópolis, o Procon fica na Rua Victor Meirelles, 53, no Centro.

 

Fonte: Diário Catarinense | Foto: Ilustrativa

Nenhum comentário publicado.

Deixe um comentário