Polícia Civil localiza reboque refrigerado e carga roubada em chácara, em Gaspar

A Divisão de Furtos e Roubos de Cargas (DFRC), da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC), com o apoio da equipe da delegacia de Gaspar, deflagrou uma operação nesta semana, na cidade. A ação, conforme explica o delegado Osnei Valdir de Oliveira, faz parte de investigação que iniciou em julho deste ano, que busca desarticular uma célula criminosa com atuação interestadual responsável por roubos de cargas e caminhões.

Em diligências efetuadas, foi identificado o local utilizado pelos investigados na ocultação de cargas roubadas, desmanche de veículos e adulteração de sinais identificadores de semirreboques. Trata-se de uma propriedade rural denominada *Chácara Refúgio*, localizada no bairro Gaspar Alto. O local escolhido pelos criminosos é de difícil acesso e não possui cobertura de sinal de celular e gps, o que dificultava o rastreio das cargas/veículos.

Na chácara, os policiais localizaram um semirreboque refrigerado com uma carga de carne suína, que havia sido roubada no dia 4 de setembro, em São José dos Pinhais, no Paraná (PR). A carga, tipo exportação, estava avaliada em R$ 172.000,00.

O semirreboque estava com os sinais identificadores adulterados, todavia, após minuciosa vistoria, os agentes constataram que se tratava do Semirreboque roubado.

Foi apreendido ainda outro semirreboque baú, o qual havia sido roubado no dia 25 de junho deste ano, na cidade sde Juquitiba, São Paulo (SP). Na ocasião do roubo estava carregado com gêneros alimentícios.

A ação resultou ainda na apreensão de um terceiro semirreboque, com indícios de adulteração dos sinais identificadores que será submetido a perícia, visando identificar a origem.

Desmanche

Também foi localizado na sede da chácara um compartimento secreto utilizado para desmanches de veículos roubados. Neste local estava uma Pajero, roubada em agosto, na cidade de Curitiba, Paraná (PR). O veículo estava completamente desmontado, contudo, após análise foi possível identificar a origem.

Na sede foram apreendidos ainda rádios comunicadores, um bloqueador de sinal gps (Jammer), uma luneta rifle Scope 4x20mm, parte de uma carga de carne bovina, carne de frango e veículos vans utilizados para a distribuição das cargas roubadas.

Foi preso em flagrante Candido Mariano Rondon Gonzaga, de 60 anos. Conhecido como “Csndinho”, sua função no grupo criminoso era recepcionar e guarnecer as cargas e caminhões roubados.

“Agora, as investigações prosseguem para a responsabilização dos autores dos crimes de roubo e receptação das cargas apreendidas na operação”, ressalta o delegado.

Ele lembra ainda que a comunidade pode auxiliar o trabalho da polícia e que denúncias relacionadas a furtos e roubos de cargas podem ser encaminhadas para o email deic-roubosdecargas@pc.sc.gov.br ou no telefone (48) 3281-4200.

 

Fonte: Jornal Metas

Nenhum comentário publicado.

Deixe um comentário