Polícia Civil investiga suposto esquema com receitas e atestados falsos em Blumenau

A Polícia Civil de Blumenau fez uma operação na manhã desta segunda-feira, 12 de novembro, denominada “Falso Ganho”, que apura um suposto esquema de venda de atestados médicos e receituários falsificados em academias de Blumenau. Conforme a investigação, as receitas seriam utilizadas para compra de anabolizantes e medicamentos para emagrecimento.

Segundo a Polícia Civil, uma mulher é suspeita de ser a mentora do esquema. Com ela, a polícia afirmou ter encontrado receitas de uma clínica que teria fechado há dois anos, onde ela teria trabalhado. De acordo com a investigação, a mulher atualmente trabalha em um laboratório, onde teria acesso a carimbos médicos, que estariam sendo utilizados nos receituários e atestados, vendidos por R$ 50 cada.

Os médicos que tiveram os carimbos utilizados foram procurados pela Polícia Civil e afirmaram desconhecer o preenchimento dos receituários. Segundo a polícia, a fraude foi descoberta, pois algumas farmácias teriam desconfiado da dosagem e da quantidade de medicamentos em apenas uma receita.

Na manhã desta segunda-feira, os policiais foram até um apartamento na Rua dos Caçadores, no bairro Velha, onde a suspeita reside. No local, a polícia teria encontrado anabolizantes, receitas em branco e uma quantidade de seringas.

De acordo com o delegado Lucas Gomes de Almeida, da 2 ª Delegacia de Polícia de Blumenau, nas receitas eram colocados diversos medicamentos, inclusive perigosos para a saúde das pessoas.

É um perigo tanto a venda, como a obtenção desses medicamentos com este receituário falsificado. Quem esta comprando também pode responder por uso de documento falso – completa.

O proprietário de uma academia e a suspeita, que foi encontrada no laboratório trabalhando, foram ouvidos pela polícia e liberados. Após a conclusão do inquérito, ele será remetido ao Poder Judiciário.

Foto: Polícia Civil

 

Colaborou Mauricio Cattani, NSC TV.
Fonte: NSC | Foto: Mauricio Cattani

Nenhum comentário publicado.

Deixe um comentário