Nasce Rainha, a primeira potra do haras da Polícia Militar, em Indaial

A unidade da coudelaria do Policiamento Montado da Polícia Militar de Santa Catarina, instalada em Indaial em fevereiro deste ano, tem seu primeiro bebê. Rainha, como foi batizada, veio ao mundo no dia 1º de setembro. A potrinha da raça Brasileiro de Hipismo é filha da Luna e Gabarito do Rincão.

Brincar é tudo o que ela terá de responsabilidade enquanto ainda é tão jovem. Como é muito pequena, não recebe nenhum treinamento específico.

No primeiro mês um policial deve acariciá-la diariamente e manter contato para que ela se acostume com a presença humana – explica o capitão Fernando Jahn Bessa.

A fase de adestramento vai começar apenas quando ela tiver três anos de idade, na fase adulta. Aí sim Rainha terá a missão de auxiliar na proteção da comunidade. Até fevereiro do próximo ano, espera-se o nascimento de mais nove potros na coudelaria.

Uma curiosidade: a cada ano, o nome dos cavalos nascidos nas coudelarias da PM recebem o nome com uma determinada letra. Todos os que vierem ao mundo em 2018 terão o nome iniciado em R. A metodologia foi criada em 2000. O objetivo é facilitar que os policiais saibam a idade dos animais.

Como noticiado pelo colunista Pancho, a coudelaria em Indaial foi criada para suprir a demanda reprimida que existe na corporação. Atualmente, a polícia tem cerca de 140 animais em São José, Joinville, Lages, Chapecó, Criciúma e Caçador.

 

Fonte: JSC | Foto: Polícia Militar de Santa Catarina

Nenhum comentário publicado.

Deixe um comentário