Mais de 2.000 toneladas de calcário foram distribuídas em Agrolândia

Aumento do cultivo de soja no município refletiu na quantidade de calcário solicitada

Através do Programa Terra Boa, em parceria com a Epagri e o governo do Estado, a Secretaria de Agricultura de Agrolândia viabilizou 2.200 toneladas de calcário a agricultores do município.

Inicialmente, o município havia recebido 1.400 toneladas e, diante da grande procura, foram solicitadas outras 800 toneladas. O material beneficiou 168 produtores rurais.

De acordo com o engenheiro agrônomo da Epagri e vice-prefeito de Agrolândia, Dirceu Leite, a busca pelo calcário é consequência do aumento de cultivo de soja no município.

“É decorrente, principalmente, da redução do cultivo de mandioca e também das áreas de pastagem nativa que foram convertidas em lavouras de soja”, afirma ele.

Embora a distribuição de calcário tenha sido encerrada, agora a Epagri disponibiliza sementes de milho, através do Programa Troca-troca de Sementes.

Cada agricultor tem direito a solicitar até cinco bolsas de sementes, basta comparecer ao escritório da Epagri, com CPF e Declaração de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (DAP).

Nesse ano, estima-se que aproximadamente 2.000 hectares de pequenas propriedades rurais serão utilizados para o cultivo de milho.

“As parcerias que o município tem com o Estado, através da Epagri, são formas que encontramos de apoiar nosso agricultor, para que possa se manter na atividade e continuar contribuindo com o movimento econômico do município”, observa o prefeito Urbano Dalcanale.

Fonte: Djenifer May | Foto: Divulgação

Nenhum comentário publicado.

Deixe um comentário