Laércio cobra do Governador Moisés pagamento dos recursos em atraso com os hospitais do Médio e Alto Vale

Durante o almoço de quarta-feira, dia 13, com o Governador Carlos Moisés da Silva, em Blumenau, o Deputado Estadual, 1° Secretário da Mesa Diretora e Corregedor-Geral da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), Laércio Schuster, cobrou do Governo do Estado os repasses em atraso para os 182 hospitais filantrópicos que atendem 70% dos pacientes SUS em Santa Catarina, inclusive hospitais do Médio e Alto Vale do Itajaí.

Laércio entregou em mãos ao Governador Moisés um ofício acerca da dívida do Estado com hospitais da região e cobrou uma previsão para quitação dos valores devidos a cada instituição (veja abaixo).

O Hospital Oase de Timbó, por exemplo, tem R$ 1,4 milhão em atrasos, somente do Estado, desde junho de 2017. Já para o Beatriz Ramos de Indaial, segundo a administração do hospital, o Estado deve R$ 2,5 milhões em repasses atrasados desde meados de 2015.

“Esses e todos os demais são hospitais que lutam diariamente para manter as portas abertas e atender a população que mais precisa. Prestam o serviço, mas na hora de receber ficam sem o pagamento ou ele vem muito tempo depois”, explica Laércio. “É preciso que tanto o Estado como o Governo Federal assumam um compromisso efetivo com a saúde das famílias, que saiam do discurso e comecem a trabalhar efetivamente pelo bem da saúde”.

Nenhum comentário publicado.

Deixe um comentário