Investimentos e prioridade na educação produzem resultados

A divulgação pelo Ministério da Educação (MEC), na última segunda-feira, dia 3 de setembro, das notas do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) referentes ao ano de 2017, trouxeram uma excelente notícia aos rodeenses.

Para quem ainda não sabe o que é, e o que representa o Ideb, trata-se de um indicador de avaliação da qualidade do aprendizado em todo o país. E com isso, estabelece metas para a melhoria do ensino no Brasil.

Ele foi criado em 2007 pelo governo federal, e reúne os resultados de dois conceitos igualmente importantes para medir a qualidade da educação: a taxa de rendimento escolar (aprovação) e as médias de desempenho em exames aplicados.

No caso de Rodeio e os demais municípios brasileiros, as médias de desempenho utilizadas são as obtidas pela Prova Brasil, realizada a cada dois anos.

As metas estabelecidas pelo Ideb são diferenciadas para cada escola e rede de ensino, mas tem como objetivo único alcançar 6 pontos até 2022. Média que corresponde ao sistema educacional de países desenvolvidos.

Os números divulgados demonstram que a 4ª série, ou 5º ano como é chamado hoje, das escolas de Rodeio tem a 13º melhor avaliação entre as redes municipais de ensino dos 295 municípios do estado em Santa Catarina.

O desempenho da 8ª série, ou 9º ano, está muito próximo disso, ocupando o 14º na avaliação entre as cidades catarinenses.

Ao compararmos os números do Ideb 2017 entre as cidades de nossa região, organizadas em torno da Associação dos Municípios do Médio Vale (AMMVI), os números de Rodeio são ainda mais positivos.

Entre a 4ª série, ou 5º ano, nossa cidade assume o primeiro lugar na qualidade da educação. Já entre a 8ª série, ou 9º ano, obtivemos a terceira melhor nota.

O índice da 4ª série, ou 5º ano, de Rodeio medido na avaliação nacional de 2017 foi de 7,2. Bastante superior a meta que o Brasil pretende atingir somente em 2022, ou seja, estamos 5 anos à frente.

Para compararmos, a média total obtida entre os resultados das redes estadual e municipal de ensino, e entre as redes públicas e as privadas em todo o país em 2017 foi de 5,8. Bem abaixo o índice conquistado pela nossa rede municipal de ensino (7,2).

A média somente das redes municipais, de responsabilidade das prefeituras brasileiras, foi ainda menor, de 5,6. E mesmo em comparação com a rede de escolas privadas do país, ainda assim estamos a frente, sendo a nota do ensino privado nos anos iniciais de 7,1.

Na 8ª série, ou 9º ano, o índice obtido por Rodeio foi de 5,7. Também muito superior à média total de todas as redes de ensino no Brasil, que ficou em 4,7.

E com desempenho ainda maior se comparado com as redes municipais brasileiras que tiveram 4,3 na avaliação. E pouco abaixo quando o comparativo é feito com as escolas particulares, que tiveram um índice de 6,4 no Brasil.

Os números da avaliação da qualidade do ensino que estamos propiciando as nossas crianças e adolescentes apontam que os investimentos e a prioridade com a educação produzem sim resultados.

Esta é uma conquista de toda a sociedade rodeense. Em uma das pontas temos o governo, que na elaboração de seu planejamento estratégico colocou a educação no centro de sua ação. Como prioridade de investimentos e de atuação.

Promovendo a reestruturação e modernização de praticamente toda a estrutura física, de mobiliário e de materiais. E valorizando os profissionais da educação, na qual entre outros pontos, destacamos a aprovação recente do nosso Plano de Carreira do Magistério.

Não podemos deixar de dar destaque especial nessa conquista às profissionais do magistério de nossa rede municipal de ensino.

Se não fossem as abnegadas professoras, que entenderam e vestiram a camisa deste projeto em dar um salto de qualidade a nossa educação; com certeza não teríamos atingido estes altos índices de avaliação.

E por fim, as famílias rodeenses, que tem assimilado rapidamente este novo modelo. Abraçando as escolas e centros de educação infantil. Porque sem a presença ativa da comunidade, jamais teremos uma educação do futuro, de primeiro mundo.

Estamos caminhando. Há muito ainda por vir. Em breve estaremos entregando a maior obra pública da história de Rodeio, que não é de graça uma escola.

E nessa nova e moderna estrutura iniciaremos novos processos educacionais que devem melhorar ainda mais a qualidade do ensino.

Fonte: Prefeitura de Rodeio | Foto: Divulgação

Nenhum comentário publicado.

Deixe um comentário