Hospital de Gaspar aumenta número de médicos

Mudanças passaram a valer desde a última sexta-feira, dia 1º

A prefeitura de Gaspar, juntamente com a Secretaria de Saúde e comissão interventora do Hospital Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, anunciaram na manhã desta segunda-feira, dia 4 de junho, mudanças no quadro médico do hospital.

Com as mudanças, que irão garantir que o pronto atendimento tenha sempre quatro médicos atendendo a comunidade, fez com que 80 % da equipe médica fosse renovada.

As mudanças na equipe médica estão em vigor desde a última sexta-feira, dia 1º.

Agora, além dos dois clínicos gerais que atendem 24 horas, o Hospital de Gaspar irá contar com um pediatra e um obstetra atendendo o pronto atendimento, sendo 12 horas em atendimento a consultas e mais 12 horas em regime de plantão.

“Para que a mudança fosse possível, fizemos uma troca na empresa responsável pela equipe médica. Diferente do passado, quando quatro empresas trabalhavam independentemente, agora uma única empresa cuida de quatro especialidades. Assim temos uma melhor gestão sobre o atendimento médico”, destacou o prefeito Kleber Wan-Dall.

Com a mudança, além de um aumento no número de consultas, o hospital conseguiu reduzir os custos com esse tipo de serviço, como destacou o secretário de Saúde, Roberto Pereira.

“No modelo antigo, tanto o obstetra como o pediatra, atuavam em regime platão de 24 horas. Fazendo com que os profissionais fossem mal utilizados. Agora, cada um desses médicos irá atuar no atendimento para a população durante 12 horas, atendendo a consultas no pronto atendimento. Com isso conseguimos uma economia de R$ 19 mil por mês”.

Outra novidade que deverá passar a valer no Hospital é a atuação de um médico ortopedista que, além do atendimento em consultas deverá um número mínimo de cirurgias eletivas mensais no próprio Hospital.

“O médico ortopedista deve iniciar o atendimento no próximo dia 21. Serão ao menos três cirurgias por mês, além das consultas. Nossa meta é diminuir a fila de espera para esse tipo de cirurgia”, reforçou o secretário de Saúde.

Para Roberto Pereira, todas essas mudanças vêm com mo objetivo de melhorar o atendimento à comunidade de uma forma geral.

“Queremos melhorar a qualidade do atendimento à população. As mudanças na equipe médica fazem parte desta proposta. Porém, além disso, ainda estamos buscando a implantação de um laboratório no próprio hospital, diminuindo o tempo de atendimento e impactando diretamente no serviço prestado à comunidade”, destacou Roberto Pereira.

Uma central de Serviço de Atendimento ao Consumidor também faz parte das novidades anunciadas e deverá passar a funcionar nas próximas semanas.

 Déficit continua

Apesar das melhorias anunciadas, o Hospital de Gaspar continua com um déficit mensal de cerca de R$ 190 mil.

Mesmo com todo o apoio financeiro da prefeitura, que repassa todo mês ao menos R$ 600 mil, o déficit financeiro da instituição continua aumentando. Hoje já são mais de R$ 10 milhões em dividas.

“Temos que nos propor a melhorar a qualidade do atendimento daqui pra frente e fazer um plano de ação para tentar solucionar a questão do déficit financeiro. A solução passa por um apoio da comunidade. Temos buscado melhorar o atendimento de uma forma geral para, após, chamar novamente a comunidade para ajudar o hospital. O próximo passo é reativar o conselho administrativo do hospital”, finalizou Roberto Pereira.

Mudanças

Horário de atendimento na pediatria:   7h às 19h

Horário de atendimento obstetrícia:      10h às 22h

Fonte: Jornal Metas | Foto: Dimas Freitas

Nenhum comentário publicado.

Deixe um comentário