Grupo que controlava tráfico em condomínio de Blumenau é condenado a 210 anos de prisão

Um grupo com 12 pessoas foi condenado a 210 anos de prisão, com a soma das penas, pelos crimes de tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse de armas de uso permitido e de uso restrito.

As punições individuais variam entre 14 e 22 anos de prisão em regime fechado. A decisão ainda é passível de recurso.

Conforme a denúncia do Ministério Público, o grupo transformou o Condomínio Residencial Parque da Lagoa, no bairro Itoupavazinha, em Blumenau, num ponto de venda de drogas a céu aberto em 2017.

Os criminosos atuavam intimidando os moradores, utilizando armas de fogo e tornando o local em um comércio contínuo de drogas variadas, inclusive com envolvimento de adolescentes.

Uma operação feita pela Polícia Civil há dois anos conseguiu apreender armas de fogo e diversas drogas em apartamentos do condomínio, que estavam sob guarda dos traficantes identificados.

Ainda de acordo com a denúncia do MP, durante a ação foi possível entender que os integrantes estabeleceram uma associação criminosa voltada para a prática do tráfico de drogas.

As penas individuais incluem a condenação de três réus a 14 anos e 11 meses de reclusão, enquanto sete terão que cumprir 18 anos e oito meses de prisão.

Duas pessoas tiveram as maiores punições, com 21 anos e nove meses e de 22 anos de reclusão. Além desses 12 integrantes do grupo criminoso, outros dois ainda estão foragidos.

 

Fonte: nsc | Foto: Ilustrativa

Nenhum comentário publicado.

Deixe um comentário