Gato morreu após ser violentado sexualmente em Indaial

Nesta quinta feira, 06 de junho, um gatinho de nove meses chamado Barth, morreu após ser vítima de violência sexual (zoofilia) no Bairro Rio Morto, em Indaial, denunciou a dona do animal, uma estudante de Engenharia Civil.

O gato sumiu pela manhã e como não costumava desaparecer foi logo procurado pela vizinhança, em seguida foi encontrado em lastimável estado.

Os donos levaram a um veterinário da cidade que confirmou a violação sexual do animal.

Palavras da dona do animal, “Estava bem visível, desde o princípio tínhamos certeza de que foi isso que aconteceu. Ele nunca saia e demorava para voltar, sempre voltava, e ontem 05 de junho voltou naquele estado”, comentou a dona de Barth.

A jovem disse que as patas e as unhas do gato estavam todas quebradas e machucadas. Ela disse que não denunciou o caso a polícia pelo fato de não ter certeza quem cometeu a barbárie com o animal.

Declara a proprietária, “Temos ainda dois cachorros e dois gatos e estamos com medo de algo acontecer com eles”.

Vale lembrar que o ato de zoofilia ou bestialidade (práticas de atos libidinosos contra animais) é tipificado como crime prevista em Lei.

 

Redação Misturebas

4 Respostas

  1. Seu comentário*
    Uma pergunta por seus gatos ficam na Rua??
    Já foi dito várias vezes, que lugar de gato seguro é dentro de casa.
    Todo é bom tutor, tela sua casa ou constrói gatil.
    Portanto, se vc quiser manter seus outros animais salvos, tome uma providência.
    Fica a dica

    • Isso não é desculpa para a monstruosidade que esse ser desprezível fez com o gato.
      Fica a dica tá.

    • E tenho uma duvida Márcia…
      Por acaso você é daquelas pessoas que têm os cachorros amarrados em casa com uma corda de 30cm e mantém seus gatos onde então?

  2. E tenho uma duvida Márcia…
    Por acaso você é daquelas pessoas que têm os cachorros amarrados em casa com uma corda de 30cm e mantém seus gatos onde então?

Deixe um comentário