Empresa espanhola investirá cerca de R$ 400 milhões em usinas fotovoltaicas no Brasil

A empresa espanhola Gas Natural Fenosa, que já controla outras concessionárias no Brasil, venceu mais uma licitação para dois projetos fotovoltaicos, em Minas Gerais. Com o novo investimento, prevê um aumento de 5% na área de distribuição de gás natural no Brasil, ainda neste ano.

Os empreendimentos fotovoltaicos serão em Guimarânia e, somados, gerarão 83 MWp, em Minas Gerais. O investimento total será de aproximadamente R$ 400 milhões e a expectativa é que a produção comece no quarto trimestre deste ano. As usinas terão potência de 82,54 MWp e gerados pela combinação de 249 mil painéis solares. Além de 2.760 seguidores solares, 62 inversores e 32 transformadores de meia tensão.

A logística para os empreendimentos chama a atenção. As placas solares vieram da China e foram transportadas pela DC Logistics Brasil. Ao todo, o processo durou três meses e 16 dias, desde o primeiro embarque, na China, até Guimarânia (MG), destino final. Foram transportados 248 contêineres de 40 pés, com uma média de 720 placas solares por contêiner e 30% dos painéis são de fabricação Brasileira.

Para a importação e transporte dos materiais, a DC Logistics Brasil realizou toda a logística necessária, desde o embarque internacional, passando por remoção das unidades para zona secundária em Santos (SP) até a entrega dos contêineres ao destino final. “Foi um projeto bastante desafiador, pois em três meses realizamos toda a entrega, desde a China até Minas Gerais. Com os gargalos logísticos do Brasil, como burocracias no terminal, alfândegas interestaduais, trânsito e estradas deterioradas nem sempre tudo saía como previsto, mas todos se esforçaram muito para que tudo fosse feito da melhor maneira possível”, afirma João Carneiro, Operation (ocean import) da DC Logistics Brasil.

Os lotes vieram em oito navios diferentes, sendo que o primeiro saiu da China no dia 10 de julho e atracou no dia 25 de agosto. O último saiu da China no dia 7 de setembro e chegou ao Brasil em outubro.

O processo de entrega das placas gerou uma grande operação, pois, a empresa só poderia receber 15 carretas por dia, portanto, a DC Logistics Brasil, realizou a entrega em 34 dias de operação, e todos os dias as carretas chegavam ao destino. O processo demandou três transportadoras diferentes, pois, eram 12 horas de viagem de Santos (SP) até Guimarânia (MG).

Sobre a DC Logistics Brasil

A DC Logistics Brasil teve início em 1994, quando consolidou-se atuando no gerenciamento logístico do transporte internacional. A DC propõe soluções diferenciadas, trabalhando em escala nacional e contando com 12 escritórios próprios espalhados pelo Brasil, o que proporciona mais agilidade e influi em importantes ligações entre os principais polos logísticos nacionais e internacionais. Saiba mais sobre a DC Logistics Brasil no site www.dclogisticsbrasil.com.

 

Créditos: Presse Comunicação

Nenhum comentário publicado.

Deixe um comentário