Cerca de 300 pássaros são encontrados mortos por possível envenenamento, em Camboriú

A Polícia Militar de Camboriú, com o apoio da Fundação do Meio Ambiente (Fucam), encontrou mais de 300 pássaros mortos em um terreno no interior da cidade, na tarde de quarta-feira, dia 29 de agosto, por volta das 14h30min.

Uma guarnição foi empenhada para prestar apoio à Fucam, que necessitava aferir a medição topográfica de um terreno do Projeto Parque Inundável. No portão de acesso, foi tentado contato com o morador do local, um agricultor, mas sem sucesso.

Próximo ao portão de entrada, os policiais militares e o funcionário da Fucam visualizaram alguns pássaros mortos, momento em que entraram no terreno. Outras aves na mesma situação foram avistados perto de uma árvore. Um fiscal foi acionado, e após uma busca em todo o terreno, mais de 300 pássaros mortos foram contabilizados, caracterizando crime ambiental, conforme a Lei 9605/98, artigo 29, parágrafo 4, inciso VI.

Alguns pássaros foram coletados para análise. Foram encontradas pilhas de arroz com suspeita de estarem envenenadas. A prática, infelizmente, é comum para que as aves não comam o arroz da produção.

O suposto responsável pelo terreno foi qualificado pelo crime ambiental contra a fauna.

 

Fonte: Click Camboriú

Nenhum comentário publicado.

Deixe um comentário