Catarinenses estão entre os mortos em incêndio no CT do Flamengo

Dois catarinenses estão entre os atletas que morreram após o Centro de Treinamento (CT) do Flamengo, no Rio de Janeiro, na madrugada desta sexta-feira, 8 de fevereiro. Vitor Isaías, natural de Florianópolis, e Bernardo Pisetta, de Indaial, no Vale do Itajaí, estavam no alojamento no momento do incêndio. O fogo teve início da madrugada desta sexta-feira, dia 8, na unidade localizada em Vargem Grande, na Zona Oeste.

A morte dos atletas foi confirmada por familiares. A lista oficial com as vítimas ainda não foi divulgada. Bernardo teve a morte confirmada pelas autoridades do Rio de Janeiro em comunicado aos pais. O adolescente atuava como goleiro e passou pelo Avaí. Ele esteve por dois anos no Athlético Paranaense, antes de se juntar aos jovens atletas do Flamengo.

Vitor Isaías, de 15 anos, atuava como atacante camisa 9 e há seis meses jogava pelo clube rubro-negro, após ser transferido do Athlético Paranaense.

Alexandre de Lima é tio de Bernardo e diz que os pais do menino foram para o Rio de Janeiro. Bernardo esteve em Indaial até segunda-feira, quando retornou para os trabalhos na base do Flamengo.

No perfil dos atletas no Instagram, amigos têm enviado mensagens de luto pela perda.

As chamas atingiram as instalações onde dormiam jogadores entre 14 e 17 anos que não residiam no Rio de Janeiro (RJ). Ainda não se sabe as causas do incêndio, que deixou ainda três adolescentes feridos.

 

Fonte: nsc/Por Adriano Lins | Foto: Redes Sociais

Nenhum comentário publicado.

Deixe um comentário