Camboriú lança site para denúncias anônimas de abuso infantil e desaparecimentos

O Núcleo de Prevenção e Combate às Drogas e Pedofilia, ligado à Secretaria de Desenvolvimento e Assistência Social de Camboriú, lançou, esta semana, um site para denúncias de pedofilia e desaparecimento. Moradores que possuem informações sobre casos de abuso sexual contra crianças ou adolescentes, assim como sobre o paradeiro de pessoas desaparecidas, podem encaminhar mensagens anônimas por meio do portal.

Cópias de todas as mensagens são enviadas automaticamente para o Conselho Tutelar do município e à Delegacia de Polícia Civil. As três entidades trabalham em conjunto para verificar as denúncias. O coordenador do setor, Manoel Mafra, explica que o objetivo do site é proporcionar uma plataforma alternativa para o envio de informações, que não cause desconfortos para as pessoas.

Doze adolescentes desapareceram em Camboriú desde o início do ano – todas já foram localizadas e passam bem. Os casos de abuso sexual infantil registrados pelo Núcleo de Prevenção chegam a 29. As vítimas são, majoritariamente, meninas entre seis e 12 anos. “As vítimas normalmente conhecem os abusadores. Os índices apontam mais crimes cometidos por vizinhos. Em seguida, estão abusos realizados pelos pais e os tios ou desconhecidos”, compartilha Manoel.

As crianças e adolescentes são encaminhadas, acompanhadas dos familiares, ao Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) para acompanhamento psicológico após os abusos. Em casos de estupro, as vítimas passam por exames no hospital e profilaxia no Centro de Diagnóstico e Tratamento (Cedit).

 

Fonte: Click Camboriú | Foto: Ilustrativa

Nenhum comentário publicado.

Deixe um comentário