Bombeiros retomam busca por homem que desapareceu no Rio Itajaí-Açu, em Blumenau

O Corpo de Bombeiros de Blumenau retoma na manhã desta sexta-feira, 16 de novembro, as buscas pelo homem que teria se afogado na tarde desta quinta-feira no Rio Itajaí-Açu. O trabalho dos mergulhadores foi interrompido no início da noite desta quinta.

A partir desta sexta, os bombeiros começam a fazer varreduras com embarcação pelas margens do rio – subindo o curso do rio por uma margem e voltando pela outra. A primeira busca deve ocorrer até o fim da manhã porque o efetivo esteve focado em atendimento a acidentes de trânsito no início da manhã.

Esse procedimento será adotado porque a região em que o corpo teria sido visto é considerada de passagem – se alguém se afogou naquele local, teria sido levado pela correnteza para as margens ou área de remanso. Essas buscas pelas margens devem ser feitas uma vez pela manhã e outra à tarde, por até sete dias.

Segundo relatório dos bombeiros, a testemunha teria visto um homem com dificuldades para nadar e que teria afundado no rio na região da Ponte Adolfo Konder, no Centro de Blumenau. No entanto, o chefe de socorro do Corpo de Bombeiros de Blumenau, sargento Schmitt, alerta para o fato de que até o momento nenhum familiar tenha relatado o desaparecimento da vítima e que apenas uma pessoa teria visto a situação – em casos de afogamento na área central, é comum que os bombeiros recebam até 10 ligações com pedidos de atendimento aos bombeiros. Por tudo isso, ainda não há detalhes sobre a identidade da vítima e os bombeiros não descartam que possa se tratar de um animal que estivesse no rio. Mesmo assim, as buscas diárias pelas margens do rio devem ser mantidas pelo menos até o início da semana que vem.

 

Fonte: NSC | Foto: Corpo de Bombeiros de Blumenau

Nenhum comentário publicado.

Deixe um comentário