Após agressão, menino de 8 anos deve ser transferido de escola em Mafra

Advogados da família pediram abertura de um processo administrativo disciplinar no colégio onde ocorreu a agressão. Criança foi ferida com chutes no estômago.

O menino de 8 anos, que ficou internado por dois dias após ter sido agredido na saída de uma escola estadual de Mafra, no Norte catarinense, deve ser transferido para outra unidade de ensino.

Conforme a Agência de Desenvolvimento Regional (ADR), mesmo antes da agressão, a mãe já havia solicitado a transferência da criança. A documentação foi encaminhada e o pedido foi autorizado. A ADR não soube precisar quando será o retorno do menino para seguir o ano letivo.

A mãe afirmou à polícia que as agressões ocorreram pelo fato do filho ser negro e foram cometidas por colegas de escola. Advogados da família pediram abertura de um processo administrativo disciplinar na escola, para apurar os fatos.

O Conselho Tutelar acompanha a situação e diz que foi uma briga generalizada entre os estudantes do lado de fora da instituição de ensino.

Agressão

O caso foi na saída da Escola de Educação Básica Tenente Ary Rauen, na última quarta-feira, dia 11. A Polícia Civil disse que a criança ficou ferida após ter levado chutes no estômago.

A criança chegou a ser internada no Hospital Infantil Dr. Jeser Amarante Faria, de Joinville.

A família teria registrado há um ano um boletim de ocorrência por bullying sofrido pelo menino na escola.

Fonte: Portal G1 | Foto: Imagem Ilustrativa

Nenhum comentário publicado.

Deixe um comentário