Alunos do programa de musicalização brilham no lançamento oficial do projeto “SensibilizArte”, em Indaial

Esse domingo, 26 de agosto, foi um dia especial para os alunos do projeto “SensibilizArte”, administrado pela Fundação Indaialense de Cultura com apoio da Secretaria de Educação. Na Paróquia Nossa Senhora de Fátima aconteceu o lançamento do projeto, que contou com a primeira apresentação oficial dos estudantes e a realização do 9º Concerto de Inverno.

A programação do evento, coordenada pelo professor e regente Paulo Lira, foi realizada em três partes. Teve início com as apresentações da Orquestra de Câmara de Indaial e na sequência com a Orquestra Tra-lá-lá. Na terceira parte apresentaram-se os alunos do projeto, primeiro os estudantes da EBM Juvenal Carvalho, bairro Sol, coordenados pelo professor João Ribeiro de Carvalho Junior, depois os alunos do Colégio Municipal, bairro Carijós, orientados pelo professor Volnei Robison Stolf e encerrando os estudantes da EBM Rudolfo Alfarth, bairro Encano Baixo, da professora Karolyne Jeane Duwe juntamente com os músicos das Orquestras.

O projeto “SensibilizArte” visa proporcionar a experimentação de diversos segmentos artísticos como forma de sensibilizar o indivíduo para a arte, bem como revelar aptidões e novos talentos. Busca promover ainda a formação e qualificação de público através do pensamento criativo e da inclusão cultural por meio da experimentação na área artística e gratuidade ao aprendizado e exercício da arte.

O programa de musicalização nos bairros é o primeiro a integrar o projeto. Ele é desenvolvido nos espaços das escolas municipais nos períodos de contra turno escolar e conduzido pelos professores da Fundação. Obedece a um cronograma constituído e já implantado nos bairros Carijós, Encano Baixo e Sol por meio de oficinas de violino, violão e sopros. Atende atualmente 80 pessoas, entre crianças e adolescentes, e com a possibilidade de implantação em outros bairros ainda no ano de 2018.

Os demais programas previstos para compor o projeto a partir de 2019 são percussão, canto coral, arte circense e dança de rua, que serão implementados gradativamente nas comunidades.

 

Fonte: Imprensa de Indaial

Nenhum comentário publicado.

Deixe um comentário